quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012


 UMA BÍBLIA ASSOMBROSA

No ano 1835, por primeira vez foi publicada uma Bíblia no “malgache”, o idioma falado em Madagascar, África. Os cristãos eram tremendamente perseguidos naquele tempo. Uma rainha malvada enviava soldados para destruir as Bíblias e matar todos os que confessavam ser cristãos. Mas, se tal investida contra o livro sagrado alcançasse êxito, como aqueles cristãos poderiam ler e meditar na palavra de Deus, o que fariam sem aquela valiosa Bíblia? 
Os cristãos de Madagascar tiveram uma grande ideia! Esconderam-na enterrando-a numa pequena caverna nas montanhas. Os soldados ficaram sabendo do paradeiro da última Bíblia e decidiram ir e destruí-la. Mas quando estavam próximos da entrada ficaram sabendo pelos nativos que aquela caverna outrora era usada pelo vilarejo como hospital para os doentes de varíola, uma epidemia que havia matado muitas pessoas. Naquela época a varíola era uma doença mortal e muito contagiosa. Apavorados os soldados fugiram para nunca mais voltar. Mas os cristãos não tinham medo. Eles se reuniam diariamente naquele lugar, pegavam a preciosa Palavra de Deus, a liam, meditavam e decoravam seus versículos com muito amor. Para que não se arruinasse na terra colocaram nela uma capa de couro. Durante 25 anos o governo não permitiu a entrada de missionários e pastores em Madagascar. Mas os poucos cristãos Malgaches permaneceram fiéis ao Senhor, e não somente isso senão que aumentou o número de filhos de Deus nesse período tão tenebroso. Como isto foi possível? Foi possível graças aos valentes que não temeram conservar algumas Bíblias, dentre elas esta valiosa versão escondida na caverna.  Hoje em dia, essa famosa primeira Bíblia em malgache se conserva como relíquia histórica nas Sociedades bíblicas, na Inglaterra.


1 comentários:

REDE KID'S ÁGAPE disse...

Essa história tirei do blog sementinha kids.

Postar um comentário