sexta-feira, 1 de julho de 2011

Círculo de amor (ou a corrente do bem)

Uma senhora estava estacionada no acostamento de uma rodovia, quando ela viu um homem que se aproximava.
Ele
quase não viu a senhora, com o carro parado no acostamento, mas
percebeu que ela precisava de ajuda. Assim parou seu carro e se
aproximou.
O carro dela cheirava a tinta, de tão novinho.
Mesmo
com o sorriso que ele estampava na face, ela ficou preocupada. Ninguém
tinha parado para ajudar durante a última hora. Ele iria aprontar
alguma?
Ele não parecia seguro, parecia pobre e faminto. Ele pôde ver que ela estava com muito medo e disse:
- "Eu estou aqui para ajudar madame. Por que não espera no carro onde está quentinho? A propósito, meu nome é Bryan".
Bem, tudo que ela tinha era um pneu furado, mas para uma senhora era ruim o bastante.
Bryan
abaixou-se, colocou o macaco e levantou o carro. Logo ele já estava
trocando o pneu. Mas ele ficou um tanto sujo e ainda feriu uma das mãos.
Enquanto
ele apertava as porcas da roda, ela abriu a janela e começou a
conversar com ele. Contou que era de St.Louis e só estava de passagem
por ali e que não sabia como agradecer pela preciosa ajuda.
Bryan apenas sorriu enquanto se levantava. Ela perguntou quanto devia.
Qualquer
quantia teria sido muito pouco para ela. Já tinha imaginado todos as
terríveis coisas que poderiam ter acontecido se Bryan não tivesse
parado.
Bryan não pensava em dinheiro. Aquilo não era um trabalho
para ele. Gostava de ajudar quando alguém tinha necessidade e Deus já
lhe ajudara bastante.
Este era seu modo de viver e nunca lhe ocorreu agir de outro modo. Ele respondeu:
-
"Se realmente quiser me reembolsar, da próxima vez que encontrar alguém
que precise de ajuda, dê para aquela pessoa a ajuda que precisar".
E acrescentou: "... e pense em mim". Ele esperou até que ela saísse com o carro e também se foi.
Tinha sido um dia frio e deprimido, mas ele se sentia bem, indo pra casa, desaparecendo no crepúsculo.
Algumas
milhas abaixo a senhora encontrou um pequeno restaurante. Ela entrou
para comer alguma coisa. Era um restaurante sujo. A cena inteira era
estranha para ela.
A garçonete veio até ela e trouxe-lhe uma toalha
limpa para que pudesse esfregar e secar o cabelo molhado e lhe dirigiu
um doce sorriso, um sorriso que mesmo os pés doendo por um dia inteiro
de trabalho não pode apagar.
A senhora notou que a garçonete estava
com quase oito meses de gravidez, mas ela não deixou a tensão e as dores
mudarem sua atitude. A senhora ficou curiosa em saber como alguém que
tinha tão pouco, podia tratar tão bem a um estranho. Então se lembrou de
Bryan.
Depois que terminou a refeição, enquanto a garçonete buscava
troco para a nota de cem dólares, a senhora se retirou. Já tinha partido
quando a garçonete voltou. A garçonete ainda queria saber onde a
senhora poderia ter ido quando notou algo escrito no guardanapo, sob o
qual tinha mais 4 notas de $100 dólares. Havia lágrimas em seus olhos
quando leu o que a senhora escreveu.
Dizia: "Você não me deve nada,
eu já tenho o bastante. Alguém me ajudou uma vez e da mesma forma estou
lhe ajudando. Se você realmente quiser me reembolsar, não deixe este
círculo de amor terminar com você".
Bem, havia mesas para limpar, açucareiros para encher, e pessoas para servir.
Aquela noite, quando foi para casa e deitou-se na cama, ficou pensando no dinheiro e no que a senhora deixou escrito.
Como
pôde aquela senhora saber o quanto ela e o marido precisavam disto? Com
o bebê para o próximo mês, como estava difícil! Ela virou-se para o
preocupado marido que dormia ao lado, deu-lhe um beijo macio e
sussurrou:
"Tudo ficará bem; eu te amo, Bryan".

Pense nisso, e ..... não feche esse círculo!

quinta-feira, 30 de junho de 2011


Festa junina – inofensiva ou não?

Festa junina – inofensiva ou não?
Todo mês de maio e junho é a mesma coisa, a maioria das escolas põe lenha na fogueira para as crianças entrarem no clima da festa junina. Me dei conta de que precisamos falar mais sobre os significados desta festa ao saber que algumas crianças da igreja estavam planejando participar delas, elas conversavam na sala da EBD:
_ Eu vou dançar quadrilha na festa junina da minha escola. No que a outra respondeu:
_ Eu também, e vou comer muito...
Apesar de serem frequentes na igreja juntamente com suas famílias, essas crianças não têm idéia de onde estão entrando, precisam ser apascentadas por pais e professores que as amem. Erramos por não sabermos a origem e significados das coisas. “Assim, eu lhes digo, e no Senhor insisto, que não vivam mais como os gentios, que vivem na inutilidade dos seus pensamentos. Eles estão obscurecidos no entendimento e separados da vida de Deus por causa da ignorância em que estão, devido ao endurecimento do seu coração. Tendo perdido toda sensibilidade, eles se entregaram à depravação, cometendo com avidez toda espécie de impureza.” Efésios 4:17-19.
Nossa falta de instrução e de saber tem afetado nossos pequeninos, e a nós também, é claro. Percebi que muitos pais cristãos não sabem os significados de tal comemoração, senão suas crianças não estariam evolvidas com esta festa de origem pagã, ou seja, idólatra. Fiz uma pesquisa na Net e dentre tantos sites, escolhi um de educação, (http://clickeducacao.com.br/), que não é religioso, e ensina o sentido desta festa, de onde extrai as informações abaixo.

Acompanhe comigo e veja você mesmo QUAL O SENTIDO DA FESTA JUNINA.
“A festança dos santos de junhoAntônio, João e Pedro são, até hoje, os santos mais populares do Brasil. Mas o que poucos sabem é que toda essa alegria remonta à Antigüidade, quando por toda a Europa festejos pagãos comemoravam no mês de junho o início do preparo da terra para o plantio. Hoje, a festança começa no dia 12, véspera de Santo Antônio, e termina no dia 29, dia de São Pedro. Mas o auge mesmo é a noite de 23 para 24, dia de São João Batista, o santo fogueteiro.
O começo de tudo
Na Antigüidade, quando a ciência ainda não havia explicado o funcionamento do universo, as alterações no clima eram atribuídas à magia e aos deuses. Dias quentes e ensolarados, depois dos meses frios do inverno e dos dias amenos da primavera, eram considerados uma bênção divina. Assim, os povos daquela época criaram rituais para garantir a boa vontade e a bondade das divindades responsáveis por esses fenômenos.
Você Sabia que antes de o cristianismo dominar a Europa, as festas juninas comemoravam a deusa Juno, mulher de Júpiter, que fazia parte do panteão do Império Romano. Para diferenciar as festas de Juno da festa de João, a Igreja Católica passou a chamá-las "joaninas". Com o tempo, as festas joaninas, realizadas em junho, acabaram sendo mais conhecidas como "juninas".
Sincretismo religioso. Quando o cristianismo tornou-se a religião oficial do Ocidente, no século IV, as principais celebrações pagãs foram sendo incorporadas ao calendário das festas católicas. Foi assim com o Dia de Todos os Santos e também com as festas juninas. Já no século VI, a Igreja Católica reservou o dia 24 de junho para comemorar o nascimento de São João Batista, que, segundo a Bíblia, batizou Jesus Cristo. Aos poucos os cristãos foram criando novos mitos para explicar as práticas anteriores (pagãs). Estavam fazendo o que hoje chamamos sincretismo religioso. Por exemplo: para justificar o uso do fogo na festa cristã, conta-se que Santa Isabel teria acendido uma fogueira para avisar Maria – sua prima – do nascimento de seu filho João Batista. As comemorações foram ampliadas no século XIII, incluindo o dia da morte de Santo Antônio de Pádua, 13 de junho, e o da morte de São Pedro, 29 de junho.
Cada um dos santos
Somente a partir do século VI os santos católicos Antônio, João e Pedro foram associados às alegres festas de junho. Foi uma forma de a Igreja Católica não só homenagear seus santos mais populares, mas também ofuscar a antiga tradição pagã que predominava nas festas juninas.
Tudo o que uma festa junina deve ter
Fogueiras

Além de ser um elemento de reunião das comunidades e famílias, a fogueira tem outros significados milenares: proteção contra maus espíritos, purificação, agradecimento e homenagem a deuses.
Fogos de artifício
Segundo a tradição popular, o barulho dos fogos de artifício espanta maus espíritos e acorda São João para a festa.
Balões
Simbolizam a oferenda aos céus para a realização de pedidos ou agradecimento de desejos satisfeitos.
Lavagem do santo A tradicional lavagem de São João, no dia 24 de junho, é um batismo simbólico. Segundo a crença popular, no momento da lavagem a água do rio passa a ter poderes de cura. É por isso que os participantes molham os pés, o rosto e outras partes do corpo e guardam um pouco de sua água.
Levantamento do mastro
O mastro de São João é fincado no solo e a seu redor são lançados pedaços de unha, fios de cabelo e sementes, simbolizando o desejo de fertilidade. Apesar de ser "de São João", os três santos homenageados estão representados em sua ponta.
Casamento caipira
Uma das mais divertidas tradições das festas juninas é, sem dúvida, o casamento caipira – também chamado de "casório matuto". A representação, em tom de brincadeira, é cheia de malícia e conotações sexuais. A história sofre pequenas variações, mas o enredo é sempre o mesmo: a noiva fica grávida antes do casamento e os pais obrigam o noivo a se casar com ela. Desesperado, o noivo tenta fugir, mas é impedido pelo delegado e seus soldados, que arrastam o "condenado" ao altar e vigiam a cerimônia. Depois que o casamento é realizado, inicia-se a quadrilha.”
Fonte: http://clickeducacao.com.br/


Vamos parar por aqui com essa pesquisa para pensarmos um pouco: a festa junina é inofensiva ou não? O que Jesus faria em meu lugar? Como posso pensar e agir de acordo com os valores e princípios bíblicos e ensiná-los a esta geração?
A Bíblia diz claramente o quanto irrita ao nosso Deus a adoração a outros deuses. A quadrilha se parece com a festa relatada em Êxodo 32 – “Arão edificou um altar diante do bezerro de ouro e anunciou: Amanhã haverá uma festa dedicada ao Senhor (...) Na manhã seguinte, ofereceram holocaustos e sacrifícios de comunhão. O povo se assentou para comer e beber, e levantou-se para se entregar à farra (...) Disse o Senhor a Moises: Tenho visto que este povo é um povo obstinado. Deixe-me agora para que a minha ira se acenda contra eles, e ou os destrua. Depois farei de você uma grande nação.”
De que lado você, suas crianças e jovens estão: do povo cabeçudo ou do lado da grande nação? Você está em comunhão com Deus ou com os demônios? (1 Co 1014-24). “Vocês não podem participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios.” I Co 10:21. São estes princípios e outros mais, que temos a oportunidade de ensinar aos nossos filhotes nesta época de festas junina, pois “Tudo é permitido, mas nem tudo convém. Tudo é permitido, mas nem tudo edifica”. 1Co 10.23. Se você ainda acha que festas juninas são inofensivas, sem perigos, se tiver paz para comemorá-la e deixar suas crianças se envolverem, vá em frente, mas sabendo que todos os espíritos cultuados nesta festa estarão com vocês.


Por: Alexandra Guerra Castanheira é autora do livro “Infância: O Melhor Tempo Para Semear” da Editora Betânia. Pedagoga, palestrante, trabalha na gestão do Colégio Cristão VER e é capacitadora da AECEP.
E-mail: 
alexaguerra76@hotmail.com Blog: alexaguerra.blogspot.com 

quarta-feira, 1 de junho de 2011

ARMADURA DE DEUS















ARMADURA DE DEUS

texto base: Efésios cap.6, vers. 11 a 18
Era uma vez um menino chamado Paulinho, ele tinha 10 anos. E era um menino muito esperto e curioso.
Paulinho era aluno da EBD de sua igreja e não perdia nenhum culto.
Ele gostava muito de estudar as grandes historias da bíblia. E tinha alguns personagens que ele gostava muito como Davi, Sansão, Gideão entre outros.
Certa vez ele estava na escola junto com seu amigo Gustavo, eles brincavam e conversavam quando chegou perto deles um menino mais velho que eles, e que tinha fama de brigão, na escola.
As outras crianças chamavam esse menino de Caco.
Caco se aproximou de Paulinho e Gustavo e começou a insulta-los. Ele queria arrumar briga com eles.
Gustavo ficou com muito medo, mais revidava as provocações de Caco, e isso deixava Caco mais ainda nervoso.
Paulinho tentava acalmar seu amigo Gustavo, dizendo que brigar não ia adiantar nada. E também pedia ao Caco que fosse embora porque eles não iam brigar com ele. Quase que Gustavo e Caco brigam de verdade, quando chegou a diretora e colocou ordem naquela situação.
Na hora de ir embora para casa, Gustavo e Paulinho foram conversando sobre o que havia acontecido.
Gustavo queria saber como é que Paulinho ficou tão calmo naquela situação, com aquele menino tão brigão.
Foi então que Paulinho começou a contar para Gustavo sobre as historias da bíblia.
E Paulinho contou sobre a armadura de Deus.
- Sabe Gustavo eu fiquei calmo porque estou revestido com a armadura de Deus.

- Armadura de Deus? perguntou Gustavo.
Então Paulinho começou a lhe explicar:
- É Gustavo, nós quando temos Jesus no nosso coração, não ficamos com medo a toa não, a bíblia, no livro de efésios, nos ensina que podemos nos revestir com a armadura de Deus. E estaremos prontos para enfrentar todas as situações difíceis que aparecerem.
- E como é essa armadura? perguntou Gustavo
- Ah! ela é muito especial, ela é invisível, só sabemos que estamos com ela quando confiamos em Deus. E ela é completinha tem cinturão, tem couraça, tem sapato próprio, tem escudo, tem escudo, tem capacete e até espada.

Gustavo ficou encantado com tudo que ouvia e ia pelo caminho perguntando muitas coisas sobre a armadura e Paulinho muito feliz ia explicando tudo pra seu amigo.
Então Gustavo ficou tão entusiasmado que perguntou:
- Nossa Paulinho, que da hora essa armadura, cara. Eu também quero vestir, como eu faço?
Paulinho respondeu:
- Que legal Gustavo, então faz assim, domingo eu te pego na sua casa pra te levar no culto, e ai se você quiser aceitar Jesus no seu coração, você vai poder orar e dizer a Deus que você também quer ser revestido com a Armadura De Deus.
Gustavo muito feliz respondeu:
- Demais!!! Agora quero ver aquele Caco vir me provocar.
- É isso ai !! disse Paulinho.
E os dois amigos continuaram seu caminho rindo muito.



RETIRADO DO BLOG CORACAO CRIANÇA DE TIA Ana Cristina
Taubaté, SP, Brazil

A TORRE DE BABEL








A TORRE DE BABEL

1-Versículo para Memorizar: O orgulhoso acaba sendo humilhado, mas quem é humilde será respeitado. Pv 29:23
2- Objetivo: Ensinar a criança que orgulho é pecado, que tudo que temos e somos vêm de Deus!
( orgulho=pessoa que se acha a melhor e despreza as outras pessoas).
3- Quebra-Gelo: Qual é a sua habilidade? Habilidade é saber fazer algo muito bem! Por exemplo, cozinhar, fazer cartazes, pintar, tocar, cantar, contar histórias, etc. Então o que você sabe fazer muito bem feito?
4- Leitura da Bíblia: Gênesis 11:1-9
5- Mensagem: Depois do dilúvio, as famílias cresceram e encheram a terra. Naquele tempo todos os povos falavam uma língua só, todos usavam as mesmas palavras.
Alguns partiram do Oriente e chegaram a uma planície em Sinar, onde ficaram morando.
Um dia disseram uns aos outros: — Vamos, pessoal! Vamos fazer tijolos queimados! Assim, eles tinham tijolos para construir, em vez de pedras, e usavam piche, em vez de massa de pedreiro.
Aí disseram: — Agora vamos construir uma cidade que tenha uma torre que chegue até o céu. Assim ficaremos famosos e não seremos espalhados pelo mundo inteiro.
Então o SENHOR desceu para ver a cidade e a torre que aquela gente estava construindo.
O SENHOR disse assim: — Essa gente é um povo só, e todos falam uma só língua. Isso que eles estão fazendo é apenas o começo. Logo serão capazes de fazer o que quiserem.
Vamos descer e atrapalhar a língua que eles falam, a fim de que um não entenda o que o outro está dizendo.
Assim, o SENHOR os espalhou pelo mundo inteiro, e eles pararam de construir a cidade. A cidade recebeu o nome de Babel, pois ali o SENHOR atrapalhou a língua falada por todos os moradores da terra e dali os espalhou pelo mundo inteiro.
6- Aplicação: Que interessante foi o que Deus fez com aquele povo, trocou a língua deles para que eles vissem que sem Deus eles não são nada. Aquele povo era um povo orgulhoso, achava que não precisava de Deus. Por causa do seu orgulho foi humilhado por Deus. Por isso devemos sondar o nosso coração, sermos humildes, isto agrada o coração do Pai. Alguma vez você já se sentiu muito importante, o “bonzão?” Achou que os outros dependiam de você em alguma tarefa ou atividade da escola, e que se você não tivesse lá, nada sairia bom? Que não existe ninguém que jogue tão bem quanto você? Pois bem, tudo isso é orgulho, e é pecado! Tudo o que você tem, tudo o que você sabe fazer, por exemplo, fazer um bolo gostoso, desenhar muito bem, ser o melhor jogador de futebol, seus dons e habilidades, vêm de Deus A sua inteligência em matemática, a facilidade em realizar uma atividade, você simplesmente é o que é, por causa do Senhor Jesus, então agradeça a Ele por tudo que você tem, seja HUMILDE!
7-Exercício de fixação: Divida a turma em grupos, cada grupo vai fazer uma torre com peças de brinquedos, caixas de fósforo, latas, caixas de leite, rolo de papel (vazio), use a sua criatividade, o grupo, que mantiver sua torre em pé por mais tempo ganha o jogo.
8-Despedida/ Encerramento

ESTUDO RETIRADO DO BLOG DA PASTORA MIRIAN GALLI DA IGREJA ÁGUA VIVA. MAUÁ. SÃO PAULO. http://miriangalli.blogspot.com/

:CARTÕES DIA DO PASTOR

Clic nas imagens para ampliar e copiar


sábado, 28 de maio de 2011

DIA DO PASTOR( 2º DOMINGO DE JUNHO)

DIA DO PASTOR
“E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória.” I Pedro 5.4.
“Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas.” João 10.11.
No segundo domingo de junho, comemora-se o Dia do Pastor. Mas o que é ser um pastor? A Palavra de Deus diz que pastor é aquele que cuida das ovelhas e diz que Jesus é o Sumo Pastor.
Pastor é aquele que zela que procura o bem estar, que escuta que quer bem.
Pastor é aquele que não mede esforços para ir atrás, apenas de uma ovelha do rebanho que tenha se perdido.
Pastor é aquele que muitas vezes se priva de prazeres comuns, em prol da ovelha. Que doa seu tempo, sua vida e até mesmo seu dinheiro.
Pastor é aquele que muitas vezes trás a marca da dor pela perda de um irmão querido e na face sobriedade que possa consolar aqueles dele esperam tirar forças.
Pastor é aquele que muitas vezes sufoca o gemido é amigo e pra muitos é pai!
O pastor procura ser o exemplo dos fiéis, procura ser justo e nunca ser instrumento de peso para a ovelha.
O pastor sabe que a recompensa pelas noites mal dormidas, pelos aconselhamentos, pelas privações financeiras... Vem do Senhor.
O pastor AMA as ovelhas e por isso se doa por elas. O pastor reflete Jesus!Dentre tantos personagens bíblicos citados na Bíblia que exerceram o pastoreio, podemos citar o pastor de uma grande igreja – Moisés.
A Palavra de Deus relata que ele foi o homem mais manso da terra, no entanto frente à obstinação de um povo rebelde, teve uma atitude precipitada que lhe impediu de entrar na terra prometida.
Mais adiante no episódio do Bezerro de Ouro, Moisés intercedeu pelo povo junto ao Senhor e num ato de amor extremo, disse ao Senhor que preferia que o seu nome fosse tirado do livro da vida, a ver o povo dizimado! Ref.: Êxodo 32.32.
Moisés amou o povo! Jesus o Sumo Pastor amou a humanidade e se entregou por ela! A pessoa que vive verdadeiramente o chamado pastoral é capaz de dar sua própria vida pela ovelha!
Por isso e tantas outras qualidades atribuídas aos verdadeiros pastores, não apenas felicitações, mas gratidão!
Senhor louvou-Te pela vida de homens e mulheres de Deus que doam as suas vidas em prol das boas novas e de suas ovelhas. Guarda-os o Pai do perigo e prospera-os oh Pai para louvor do Teu nome. Porque aquele que é chamado pastor, bem como as responsabilidades atribuídas é precioso aos Teus olhos. Pedimos que guarde também sua família e que as bênçãos mais doces, mais especiais lhe sejam atribuídas.
Louvamos-Te porque um dia enviaste o Sumo Pastor das nossas almas para nos salvar e nos libertar.
Em nome d'Ele - Jesus Cristo, oramos
Amém.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Lembranças para o Dia das Mães







Jogral para o Dia das Mães


1-Guardando as coisas boas no coração


[TODO O GRUPO DE JUNIORES SE ACOMODA NA FRENTE DA IGREJA E ESCALA-SE 3 JUNIORES PARA O JOGRAL].

NO FINAL DO JOGRAL TODOS RECITAM EM UNÍSSONO PV 5:20.
"Não abandones a instrução de tua mãe"(Provérbios 5.20)

Junior 1:para um filho, as coisas que a mãe fala são sempre muito importantes.

Junior 2 : Muitas coisas ficam gravadas na mente

Junior 3: e a pessoa se lembra delas até ficar adulto.

Todos os 3 : Guardando as coisas boas no coração

Junior 1 : As mães (e os pais também) ensinam coisas importantes para a vida toda

Junior 2 : Tente lembrar agora algumas coisas boas que sua mãe ensinou ou palavras que lhe deixaram feliz.

Junior 3 : A Bíblia nos ensina a sempre prestar atenção nas orientações de nossos pais e também a obedecer-lhes.

Todos os 3: VOCÊ TEM FEITO ISTO?

O grupo inteiro: "Não abandones a instrução de tua mãe"(Provérbios 5.20) 



Caixinha abraço de urso para mamãe


Uma caixinha com um abraço de urso da criança para mamãe.
Imprimir a caixinha para as crianças pintarem a seu gosto
As crianças deverão recortar o desenho bem rente ao contorno de linha preta.
A montagem é dobrando todas as partes de dentro e colando os pares de números como mostra a figura:






A caixinha guardará, no seu interior um cartão, ele poderá ser escolhido entre um dos modelos abaixo.

Cartão pequeno:







Cartão longo de enrolar:










quinta-feira, 21 de abril de 2011

segunda-feira, 28 de março de 2011

                                                            ORAR PRIMEIRO
      LEITURA BÍBLICA
Marcos 1.35-39

Jesus, tendo-se levantado de madrugada, saiu, foi para um lugar deserto, e ali orava (Mc 1.35 ARA).

Dentro de minutos um casal de missionários com seus dois filhos iam embarcar e despediam-se dos avós. Em pé numa roda, conversavam animadamente quando ouviram o filho de cinco anos perguntar: “Mas a gente não vai orar primeiro?”

Todos pararam de conversar e olharam para Carlito. O pai dele disse: “Mas, sim, Carlito, vamos orar.” Fecharam a roda, seguraram as mãos e inclinaram as cabeças enquanto o pai dirigiu uma oração a Deus por uma viagem em paz.

Se Carlito não falasse, facilmente poderiam esquecer seu costume de orar antes de viajar. Graças a Deus, chegaram em paz ao seu destino. Às vezes nos esquecemos de orar.

A pressão das tarefas e obrigações toma nossa atenção e perdemos a direção de Deus. Depois de um tempo, podemos lembrar-nos e perguntar: Mas por que não orei primeiro? O jovem Timóteo recebeu um conselho de seu mentor, Paulo, assim: “Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas...” (1Tm 2.1 ARA). Assim, seguiria o exemplo de Jesus, o qual orava antes de fazer qualquer coisa. Antes de subir ao Calvário, entrou no Getsêmani e orou fervorosamente ao Pai para que fosse feita a Sua vontade.

Tomando a frase de Paulo, “antes de tudo”, oremos antes de começar nosso dia; antes de tomar uma decisão importante; antes de viajar; antes de nos mudar ou antes de contemplar qualquer novo relacionamento ou outra situação na vida.

Certa feita, um cristão recebeu uma proposta de investir num negócio que parecia supervantajoso. Porém, não sentindo a paz, preferiu declinar a proposta. Depois ele soube de alguns que entraram naquele empreendimento mas infelizmente não foram bem-sucedidos. Então o cristão disse: “Ainda bem que orei a Deus, pois evitei uma grande perda. Louvado seja Deus!” - TL

Oremos antes de tudo — tudo mesmo!

            CUIDADO COM O HACKER - É URGENTE!

Há cerca de 5 mil anos um Hacker chamado Lúcifer iniciou a

disseminação de um vírus mortal chamado Pecado.
Ele desafia o Criador do Sistema da Vida Universal.
Caso você abra os seus e-mails (apelos), ele entra,
 destrói totalmente o seu HD (coração), acabando assim
com todos os seus arquivos (nobres sentimentos).
Ele normalmente se apresenta como bonzinho, te oferecendo:
- "prazer a qualquer preço"
- "soluções rápidas"
- "fim de sofrimentos"
- "dinheiro (poder) fácil"
- "paz momentânea"
- "salvação por conta própria" ... e coisas desse tipo.
Portanto, se você receber e-mails (virtuais ou não) com os seguintes chamados:
- "não ligue pra Deus"
- "seja desonesto"
- "acabe com seu próximo"
- "deixe sua mulher"
- "aceite (ou ofereça) suborno"
- "sonegue impostos"
- "traia seu cônjuge"
- "trate mal teus filhos"
- "ignore teus pais"
- "sexo sem casamento (e fora dele)"
- "use drogas"
- "roube"... ou coisas parecidas, CUIDADO! NÃO SE ABRA
A ESTES APELOS!
Eles destroem famílias, roubam a paz, deixam as pessoas na
miséria espiritual, e as empurram para o sofrimento eterno (Inferno).
O MAIS IMPORTANTE: Há mais de 2 mil anos, o Criador do Sistema
já criou um ANTI-VÍRUS TOTALMENTE EFICAZ contra o vírus do
pecado: JESUS CRISTO.
Você pode receber um download agora, gratuitamente, desta vacina.
É Speed! Basta arrepender-se dos momentos em que você se abriu
aos e-mails malignos, pensar no Criador (Deus), e com fé dizer:
"Deus, eu fui contaminado, estou com meu sistema de vida quase
 todo destruído.
Minha esperança quase toda se acabou, mas neste momento eu creio
 que Tu és poderoso para restaurar meu coração, meus sentimentos,
e minha fé.
Toma minha vida, perdoa os meus pecados. Eu recebo Jesus
 como meu único Senhor e Salvador. Amém."
Isto é apenas o início da restauração.
Procure, o mais rápido possível, uma Assistência Técnica
(Igreja que profere verdadeiramente a palavra de Deus
mais próxima de sua casa e peça ajuda de um técnico (filho de Deus).
Coloco-me à sua disposição.
E comece logo a buscar orientação no Manual da Vida
 (Bíblia) para estar sempre atualizado contra novos (e antigos) vírus!

Unesco aprova kit do MEC contra homofobia


É chegada a hora de NÓS lideres infantis e transformadores de caráter de crianças colocarmos "rodinhas" nos pés, sair da nossa area de conforto e alcançar as crianças o quanto antes, o diabo não tem brincado e ele demonstra cada vez mais que o alvo dele mais do que nunca são os PEQUENINOS...O que você vai fazer sobre esse assunto?Orar??!!...concordo! Mas o diabo é astuto e inteligente,e ele tem se dedicado ao maximo quando o assunto é CRIANÇA...Ore!!porém também saia do comodismo, busque se capacitar para estarmos preparadas para essa LUTA.

Segue algumas informações abaixo:

Entidades argumentam que o preconceito tem afastado alunos homossexuais das escolas
Um polêmico projeto chamado “Escola Sem Homofobia” do Ministério da Educação ganhou o apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A ideia de distribuir kits contra a homofobia nas escolas públicas foi encarado de forma positiva pela organização.
De acordo com a Unesco, o material “contribuirá para a redução do estigma e da discriminação, bem como para promover uma escola mais equânime e de qualidade”. O chamado “kit homofobia” está atualmente sob análise do MEC.
Entidades de defesa dos direitos humanos e da população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e travestis), responsáveis pela elaboração do kit, argumentam que o preconceito tem afastado alunos homossexuais das escolas.
‘Estímulo à homossexualismo’
A falta de material adequado e o despreparo dos professores para lidar com o assunto também são pontos levantados por essas entidades. Em entrevista ao Portal Exame, o presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transexuais (ABGLT), Toni Reis, ressaltou que “todas as pesquisas mostram que em torno de 40% da população escolar têm preconceito com esse público.
O “kit homofobia”, que é composto por cartazes, um livro e três peças audiovisuais sobre o tema, vem enfrentando resistência. O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) diz que o material “é um estímulo à homossexualidade, à promiscuidade e uma porta à pedofilia”. Segundo ele, pais e diretores já o procuraram preocupados com o projeto.
FONTE:http://opiniaoenoticia.com.br 

Reflexão

Há uma história que circula nos meios educacionais, a cerca de uma senhora que todos os dias passava de ônibus, por uma estrada cujas margens eram feias e cinzentas. A senhora retirava sementes deflores de sua bolsa, e da janela do ônibus as jogava nas áreas ao lado da estrada. Enquanto espalhava as sementes, um passageiro sempre a observava. Esta era uma tarefa diária e incansável.
Após algum tempo, aquele passageiro retornou ao ônibus e sentiu falta da passageira “estranha”. Perguntou a cobradora e foi informado de que ela havia falecido. Mas, para sua surpresa, a estrada outrora cinzenta, despontava agora lindas flores coloridas e alegres. O trabalho daquela senhora não foi em vão.
“Esta história serve para ilustrar o trabalho de um professor que, com certeza, não é em vão”. Continue lançando a boa semente, pois com o passar do tempo nascerá um lindo jardim para a glória de Deus. Outros vão ver seu trabalho e o Senhor o recompensará! Nunca desanime neste caminhar!
Fonte: Revista do mestre Jardim de Infância 1/2, CPAD.p.50.

sexta-feira, 25 de março de 2011

A BORBOLETA ZAZA

          A BORBOLETA ZAZA
Um dia, Deus criou todas as coisas. Ele criou as plantas, as aves,
 os peixes e também a lagarta.
A nossa história fala de uma lagarta. Vamos imaginar que as plantas,
 as aves, os peixes e a lagarta conversam entre si.
Esta é a lagarta Zazá. Ela mora num lindo pomar. Um dia,
 ela saiu para passear e conhecer melhor o lugar onde morava.
 Ela foi se arrastando e logo viu uma flor tão bonita e resolveu
subir em suas pétalas.

Zazá: - Quem é você?

Rosa: - Ai! Ai! Você está me machucando! Eu sou a rainha das flores!

Zazá: - Desculpe-me... Já vou descer. É que eu queria ver você de perto.
 Você é tão bonita... Tem um perfume tão delicioso...

Rosa: - Eu sou muito feliz! Deus me fez assim! Eu posso alegrar as pessoas
 com a minha beleza e o meu perfume delicioso!

Zazá: - Pois eu sou triste! Queria tanto ser uma rosa igual a você.
 Mas... Deus me fez assim: uma lagarta verde, gosmenta e horrorosa!

A lagarta Zazá continuou o seu passeio e logo viu uma margarida branquinha.
 E havia uma abelhinha zumbindo em volta dela. Zazá subiu nas pétalas da
 margarida e começou a conversar com abelhinha que se chamava Zuzu.

Zazá: - Olá abelhinha Zuzu. Você está sempre voando de flor em flor.
 Eu gostaria tanto de ser como você e voar de um lado para o outro!

Zuzu: - Eu não fico passeando por ai! Eu trabalho bastante! Eu apanho
 o néctar das flores para fazer um mel bem gostoso. Deus me fez assim
e eu sou feliz assim, porque posso ser útil.

Zazá: - Pois eu sou triste! Queria tanto ser uma abelha e voar igual a você.
 Mas... Deus me fez assim: uma lagarta verde, gosmenta e horrorosa!

Logo, Zazá ouviu o cântico de um passarinho. Era um belo canário de penas
amarelas, laranja e azul e ele se chamava Zezé.

Zazá: - Bom dia, canarinho Zezé. Que música linda! Você tem cores lindas!


Zezé: - Deus me fez assim... E sou feliz desse jeito. Vivo a cantar e voar.
 E você é feliz?

Zazá: - Pois eu sou triste, muito triste! Eu não posso voar e vivo me rastejando.
 Minha cor é muito feia, é terrível ser uma lagarta verde, gosmenta e horrorosa!

E assim Zazá foi rastejando e chegou perto de uma plantação de morangos
bem vermelhinhos e madurinhos.

Zazá: - Que morangos lindos! Hummmmm... Devem estar deliciosos!

Morangos: - Olá Zazá... Você está com uma carinha tão triste... O que houve?

Zazá nem respondeu. Estava tão triste e infeliz que saiu dali. Ela queria ter uma
cor bonita como a do morango. Continuou o seu passeio e chegou perto de um lago
e viu Zizi, o peixinho, nadando tranqüilamente.

Zazá: - Oi peixinho Zizi! Você é feliz?

Zizi: - É claro que sou feliz! Deus me fez assim. E você? Não é feliz?

Zazá: - Não eu não sou feliz...

Zazá ia continuar a sua reclamação quando avistou um pintinho que gosta
de comer lagartas. Zazá arrastou-se rapidamente até o alto de uma planta,
que tinha folhas bem verdinhas.
Zazá: - Essa andança me abriu o apetite e parecem tão deliciosas!

Folhas: - Pois é... Deus nos fez assim... Para que servíssemos de alimento.
Sirva-se, Zazá!
Assim Zazá encheu sua barriguinha, mas começou a chover uma chuva bem fria
e ela estava ficando toda molhada. Zazá ajeitou-se numa folha e teceu um
casulo ao seu redor. Tão escuro e quentinho, que Zazá dormiu e dormiu bastante.
Por fim Zazá acordou e percebeu que o dia estava muito lindo. Zazá se esticou
todinha e viu o seu reflexo na poça de água e pensou:

Zazá: - O que aconteceu?

Zazá percebeu que agora não era mais aquele bicho rastejante, mas sim uma
linda borboleta colorida, com as cores da rosa, da margarida, do canário,
dos morangos e até da folha que comeu.
É... Algumas pessoas são como a lagarta Zazá: não são felizes e nem reparam
para as coisas boas que Deus fez. Deus criou tudo perfeito.
Um dia, a lagarta teve uma transformação começou uma nova vida.
Se você se sente como uma lagarta, lembre-se Deus pode te transformar em uma
 linda borboleta. Não fique mais se rastejando por ai, mas tenha uma nova vida nas
alturas, com Jesus Cristo.


A DRACMA PERDIDA

A dracma perdida.



Fig. (1) Antigamente quando um casal ficava noivo, o esposo dava para
A esposa uma peça com dez moedas, chamadas de dracmas. Era um
enfeite usado na cabeça, mostrando assim que ela estava comprometida
era como se fosse uma aliança nos dias atuais.
O seu valor em dinheiro não era muito alto, mas era de grande valor
emocional, por isso ela cuidava com muito carinho. Se seu enfeite
estivesse mal cuidado, sujo ou faltando alguma parte, representava que
ela era uma esposa relaxada, por isso ela tinha muito zelo por aquele
enfeite, cuidando sempre para não perder nenhuma moedinha.
Assim é você, uma Dracma preciosa para Deus, e para os seus pais
também, Deus entregou você a eles Para que cuidem de você com
muito amor e carinho...
Mas um dia aquela mulher notou que lhe faltava uma dracma,
imediatamente ela se pôs a procurar por toda a casa, provavelmente ela
foi até na rua pelos lugares por onde passou, perguntou para suas
vizinhas se alguém tinha visto a sua moeda, mas nada... Ela não
conseguiu encontrar.
(Fig. 2) Muitos pais não perceberam que seus filhos estão perdidos
Espiritualmente..Mas você sabe o que ela fez?
Como a sua casa era meio escura ela pegou a lamparina e começou a
Procurar, pois com a lamparina ela poderia ver todos os cantinhos, até
Os mais escuros e talvez assim achasse a sua moeda.
Sabe qual é a lamparina que precisamos ascender? A Palavra de Deus!
Ela é a lâmpada que ilumina a mossa vida. Pois quando lemos esta
Palavra e a praticamos, ela nos mostra tudo, até mesmo as nossas
Falhas, para assim podermos concertar. Você papai mamãe ou criança
Acenda essa lamparina na sua vida!
(Fig. 3) É provável que quando a mulher ascendeu a lamparina, ela
Certamente viu que em sua casa havia muitos cantos sujos, e que
precisavam ser limpos. Então ela correu e pegou uma vassoura, pois
ela precisava encontrar essa Dracma antes que seu marido chegasse. 
Ela começou então uma grande faxina. Varreu toda a casa, tirou os
tapetes, sacudiu as almofadas, arrastou os moveis etc.
Quando a Palavra de Deus mostra que há alguma sujeira em nosso
coração, devemos tomar uma atitude, e fazer uma limpeza tirando tudo
o que não presta de nossas vidas... Depois de tudo varrido, ela olhou no
 lixo amontoado e
. (Fig. 4) Percebeu ali um brilho, ela reconheceu, abaixou-se e
 pegou... Era a sua tão preciosa dracma! Ah, ela ficou tão feliz que correu para
suas amigas e vizinhas avisando que havia encontrado, e elas se
alegraram com ela. Assim o Senhor Jesus e seus anjos se alegraram quando
 encontram um coração arrependido que deseja ser salvo.






quinta-feira, 24 de março de 2011

ELE VIVE


LIÇÃO 2: JESUS VIVE!!!

Base Bíblica: Lucas 23:46; 24:1-12; João 20:1-10
Texto para decorar: Ele não está aqui; ressuscitou como tinha dito. Mateus 28:6a
Objetivos: Que a criança conheça a historia da morte e ressurreição de Jesus. Que compreenda que Jesus vive hoje e para sempre. Que a criança sinta alegria e gratidão pela presença de Jesus na sua vida.
Elementos necessários para o desenvolvimento da lição 2:
·                 Bíblia
·                 Fantoches de rostinhos tristes e alegres para a HORA DO INCENTIVO
·                 As figuras para a HORA DA PALAVRA
·                 Música em cd do louvor CELEBRE
·                 Uma amostra para a manualidade
·                 Uma copia para a manualidade para cada criança.
·                 Materiais necessários para a confecção da manualidade, giz de cera, tesouras e fita adesiva.

HORA DO INCENTIVO

Dialogo com fantoches.

Entregar a cada criança um rostinho alegre e um rostinho triste da folha do incentivo.
Dizer: Todos nós temos um rostinho na mão. De um lado um rostinho alegre e na outra, um com carinha triste. Pensemos em coisas que nos deixam felizes e em outras que nos deixam tristes. Eu vou falar algumas frases, e se a frase nos faz sentir alegria, vocês devem levantar o rostinho alegre. Se a frase lembra algo triste, vocês devem levantar o rostinho triste.
·                 Hoje é o meu aniversário e os meus pais farão uma festinha pra mim.
·                 Minha mãe trouxe um chocolate para mim.
·                 Estou doente e com muita dor de cabeça.
·                 Esta chovendo muito. Não poderemos ir ao parquinho.
·                 Minha vovó vem nos visitar. Ela sempre me leva a tomar sorvete.
·                 Meu brinquedo preferido estragou.
·                 Hoje de tarde vem um amiguinho para brincar comigo.
Depois que as crianças tenham mostrado os rostinhos que correspondem a cada situação, pedir que eles mesmos sugiram situações que causam alegria ou tristeza, sempre mostrando o rostinho certo. Depois dizer: Agora vamos pensar nos amigos de Jesus. Quando eles estavam com Jesus escutando os seus maravilhosos ensinamentos e vendo os poderosos milagres que Ele fazia, como será que estavam seus rostos? (peça para eles levantar o rostinho alegre) E como terá sido a expressão do rosto deles quando viram as pessoas louvando ao Senhor Jesus na entrada de Jerusalém? (alegre) Mas algo terrível aconteceu, e tudo mudou. Vejamos o que aconteceu para que os discípulos trocassem seus rostos alegres por rostos tristes (mostrar o rostinho triste)
(Professor recolha todos os rostinhos das mãos das crianças. Agora começa a hora da palavra e os rostinhos serão usados na próxima lição, na lição 3)

HISTÓRIA BÍBLICA

(O professor deverá narrar a história olhando para as crianças, não deve lê-la). Os amigos de Jesus nunca tinham se sentido tão triste! Jesus já não estava mais com eles. Eles choravam ao lembrar como homens importantes e muito maus tinham matado Jesus. Os discípulos choravam porque tinham visto Jesus morrer pendurado numa cruz. E também tinham visto como O colocaram num túmulo.
MOSTRAR A FIGURA 5 da lição 2: O túmulo era como uma caverna numa pequena montanha. E para fechar a entrada tinham colocado uma pedra enorme. (colocar afigura 1 na frente do túmulo pregando-a com fita)- Sentiremos muita saudades dele! -Diziam os seus amigos- Não poderemos mais conversar com Ele nem poderemos ouvir seus preciosos ensinamentos. No dia domingo bem cedo de manhã, três mulheres, que também eram seguidoras de Jesus, decidiram ir ao túmulo onde tinham colocado o corpo de Jesus. Queriam levar uns perfumes especiais para colocar no corpo dele e assim mostrar o grande amor que tinham pelo Senhor.
Pregar a FIGURA 2 a esquerda do túmulo.
-Tenho chorado tanto! –desse uma delas. -  Nunca antes tive um amigo como Jesus!-Nunca poderei esquecer a maneira cruel que Jesus morreu na cruz! Ele sofreu tanto!
- É verdade! Mas agora me pergunto como poderemos mover essa pedra tão grande que esta na entrada do túmulo! A gente não conseguirá move-la nem um centímetro!
As outras duas mulheres concordaram de fato a pedra era muito pesada.
Quando elas chegaram ao túmulo, tiveram uma grande surpresa. A pedra tinha sido removida!
(Mover a pedra para a direita, deixando a entrada livre)
Tremendo de medo porque não imaginavam o que tinha acontecido se aproximaram do túmulo e olharam dentro. (aproxime a figura das mulheres ao túmulo)
Em lugar de ver o corpo de Jesus, viram dos anjos que Deus tinha enviado do céu. Pareciam dos homens de roupas muito brancas e brilhosas como a luz.
Pregar a FIGURA 3 na entrada do tumulo.
As mulheres ficaram amedrontadas e caíram de joelhos.
-Não tenham medo-disse um dos anjos. - Porque estão buscando Jesus aqui? Vocês não se lembram do que Ele disse? Ele prometeu que não ficaria morto, mas que voltaria a viver! Ele não está aqui; ressuscitou como tinha dito!
Então as mulheres lembraram as palavras de Jesus tinha dito. Elas se olharam surpresas dizendo: Será verdade? Seria possível que Jesus já não estivesse morto e sepultado no túmulo? Será verdade que poderemos vê-lo de novo e que podermos falar com Ele?
Elas estavam muito felizes! Elas começaram a correr para onde estavam os aflitos amigos de Jesus.
(Tirar as FIGURAS 2 E 3 e colocar a 4)
As mulheres entraram onde estavam os discípulos gritando de alegria! Falavam todas simultaneamente com grandes gritos e fazendo gestos!
- Jesus não esta mais no túmulo!
-É verdade! É verdade!Os anjos nos disseram que Ele não está mais no túmulo!
- Ele vive! Jesus ressuscitou assim como tinha nos dito!
- Como é que é? De que vocês estão falando? –disseram os discípulos.
-Sim! Estamos falando a verdade! –disse uma das mulheres.
-Dos anjos estavam parados na entrada do túmulo e nos deram as boas novas! Jesus vive!
-Se quiserem podem conferir vocês mesmos que estamos dizendo a verdade! Ele voltou a viver como tinha anunciado!
Os rostos tristes e desanimados de todos se transformaram em alegria e esperança. Como poderiam permanecer tristes depois de saber que poderiam ver Jesus novamente e que Ele tinha ressuscitado? Jesus agora poderia passar tempo com Eles, o Grande Amigo estava vivo! Todos começaram a pular de alegria e a gritar: Jesus está vivo; Ele ressuscitou como tinha dito!
Hoje todos nós podemos ter rostos alegres porque celebramos um dia especial. Neste tempo lembramos que Jesus, nosso amigo, não permaneceu morto, Ele voltou a viver! ALELUIA!

APLICAÇÃO

Ensino do texto para decorar.
Dizer: As palavras que vamos aprender hoje da Bíblia são as palavras que os anjos disseram para as mulheres na entrada do túmulo. Eles disseram: Ele não está aqui; ressuscitou como tinha dito. Vamos fazer um exercício para aprender esse texto de cor.